Meu amor, ilusão.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009 às 09:41
E hoje eu estou em paz. Cansei de esperar pela perfeição. Acho que aprendi a me contentar com o que tenho. Cansei de esperar por você, e você nem existir. Para cada pessoa que está ao meu lado, eu comparo com o utópico. Sinto sua falta, mesmo você nunca tendo se mostrado pra mim.

Não quero mais ser aquele que, com um sentimento de amargura, olha ao redor e vê pessoas felizes, desejando a cada instante que elas fiquem tristes, somente para me fazer companhia. Quero EU fazer companhia a elas. Por que não podemos todos ser felizes?

E cada dia que passa, fico mais tranquilo. Eu sei que você não existe. Eu tento me convencer disso a cada momento. A beleza, o companheirismo... está tudo na minha cabeça. E eu te amo, dessa forma enlouquecida que não consigo entender. Mas mesmo assim eu te amo.

Mas chegou a hora de terminarmos. Não posso mais te ver. Pare de visitar meus sonhos e devaneios. Quero colocar meu pé na realidade. Conheço outras pessoas.

Meu amor, ilusão, desculpe-me, mas estou te deixando.

1 Responses to Meu amor, ilusão.

  1. Suas palavras, sempre tão densas e carregadas de emoção, perfeitas.

    Gosto muito disso aqui...