Hábitos, vontades e um pouco de tudo mais.

quarta-feira, 5 de maio de 2010 às 17:43
Eu to com uma vontade absurda de escrever. É como se cada célula do meu miserável corpo gritasse, urrasse, implorasse para que eu colocasse minhas ideias num papel(blog, no caso). Mas, quando eu filnalmente sentei pra fazer isso, percebi que eu não to com nenhuma ideia.

Maldito hábito de escrever. Preciso fazer isso até quando não tenho o que escrever. Eu virei escravo de um hábito. Se não escrevo, me sinto mal. É uma agonia, um sentimento de nada que precisa ser preenchido por algo, qualquer coisa. E daí acontece isso. Esse texto. Algo que não tem um tema ou algo de útil a ser discutido.

Acho que estou com um certo esgotamento cerebral. Meus neurônios estão pedindo arrego já. Qualquer hora dessa eles desligam e eu ganho um oscar por "Melhor Interpretação Narcoléptica". Não sabe o que é narcolepsia? Google it, babe.

Enfim, eu tenho uma porrada de coisas para fazer, um outro blog que está pronto para ser lançado, mas falta a porra de um nome. Merda. Sou péssimo para dar nome as coisas. Vocês não tem ideia de quanto tempo eu demorei para inventar o nome desse blog aqui. E PIOR, esse não era o nome original.

É uma decepção, cada vez que eu abro o blog para ler comentários (como se muita gente comentasse. Mente Hiperativa sempre me salva nisso.) ou postar algo novo, eu olho o nome e penso "não era pra ser isso".

Mas agora é. Ponto final. Fique feliz com isso, Sr. Pedro. Pare de procurar a perfeição ao menos uma vez. Let it go. Deixe estar. Curta a vida.

Haha. É fácil falar. Mas como eu disse, sou escravo dos meus hábitos: de escrever, de procurar defeito onde não existe, de fazer piadas com humor negro, etc...

E eu to com uma vontade absurda de escrever... Espera! Passou.

2 comentários

  1. Estou aqui salvando mais uma vez neh... ehehheh

    Quanto a esse negocio de comentarem, ou melhor, de nao comentarem um texto... Eskenta n, eh assim mesmo. No meu blog eu qse solto fogos qnd alg comenta, nem q seja um smile ridiciulo, pelo menos assim eu tenho a certeza d alg leu o texto.

    Mas tem gt le sim (acredite!), eles apenas nao gostam de comentar. Muitas vezes algum amigo chega p mim e elogia alg texto meu, ai eu falo, "pq vc nao comentou entao, se era tao bom???"

    Uma vez escrevi um texto que perguntava se tinha alguem ai, foi um desabafo p mostrar q eu keria q o povo comentasse. Ai do nada apareceu um tal de pedro e disse q acompanha meu blog, entrava td dia p ver se tinha alg texto novo e q jah se dentificou c mts deles.

    (Engraçado, agr fikei pensando,, serah q o pedro eh vc? Nao neh, senao teria usado o login do teu blog... Mas enfim)

    Outra vez minha ex namorada mostrou meu blog p a irma dela, q disse jah conhecer pois uma amiga dela da escola acompanhava e passou o link p ela.

    Entao eh assim msm, existem seres de outro mundo (do mundo virtual) que acompanham nossos passos, silenciosamente, leem nossos textos; acredito nisso e jah travei contato com alguns deles... heheheeh

    Ah, qse eskecia de comentar sua colocaçao: " Não sabe o que é narcolepsia? Google it, babe". T
    Que eh isso, tah subestimando seus leitores eh?!

    Abraço, gostei do texto, QUE ao contrario do q vc afirma TEM UM TEMA E UMA UTILIDADE; o tema eh a sua necessidade de escrever e a utilidade eh desabafar e compartilhar esse 'sintoma'.

  2. Eu também tenho esse hábito de querer sempre estar escrevendo, mas no meu caso, é escrever coisas que não existem, inventar mesmo. To escrevendo o meu segundo livro e no momento não to achando uma porcaria, o que é um milagre. Tipo, parece até uma grande coisa dizer "Eu escrevi um livro". Pra mim é, mesmo ele não sendo muito bom.
    Enfim, eu gosto bastante do nome desse blog. O nome do meu também não era o que estava hoje, mas acho que assim está melhor.
    Desde de Bridget Jones, fazer piadas de humor negro e procurar defeitos onde não existem é o que há!