Só teu.

sábado, 23 de abril de 2011 às 17:33
O teu cheiro, quando você passa, me deixa tonto. Não sei para onde olhar, se te sigo, ou se fico sentado onde estou. As pessoas ao redor não reparam no que está acontecendo. Você não repara no que está acontecendo. Somente eu. Me chama a atenção, desperta todos os meus sentidos. É como se o teu cheiro disparasse uma sirene de alerta dentro de mim.

Eu fico perdido, sem chão, sem teto, sem ideias. Não sei para onde ir. Quero te seguir e poder sentir o teu cheiro para sempre. Quero poder acordar logo cedo, pela manhã, e sentir o seu cheiro ao lado do meu. Você tem um cheiro gostoso, bom de sentir. Não é cheiro de perfume, desodorante, shampoo ou qualquer outro produto. O teu cheiro é natural, adocicado, roxo, delicado. É um cheiro que viciada. É entorpecente.

E eu queria poder guardar o teu cheiro, queria poder te guardar. Você passa e eu fico só imaginando. Minha mente, que costuma trabalhar a mil, se perde em devaneios desse e de outros mundos. De mundos onde você é meu. E eu te quero. Se o cheiro é tão bom, imagina todo o resto.

1 Responses to Só teu.

  1. Poxa desde criança eu sempre quis poder ENGARRAFAR os cheiros, e poder senti-los quando desse saudade... Quem sabe um dia alguém num inventa isso né?! Seria ótimo.

    Abraço